Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Constantino Veiga - Quatro anos perdidos

por José Henrique Cunha, em 14.05.09

Constantino Veiga comprou uma guerra inútil com a Câmara Municipal de Guimarães, logo no seu primeiro acto oficial deste mandato. Refiro-me à tomada de posse que se realizou em Outubro de 2005 no salão nobre dos Bombeiros Voluntários desta Vila. Foi uma cerimónia solene com um discurso encarniçado, uma vergonha, que em nada dignificou a Assembleia de Freguesia. Se há atitudes que definem pessoas e condicionam mandatos, aquela foi uma delas e desde logo com poucas probabilidades de se remendar como se veio a constatar. Por muitas razões que lhe pudessem assistir há uma instituição a dignificar! Não esteve à altura do desafio.

 
Assim como não esteve à altura, com o seu temperamento tempestuoso e em algumas situações brejeiro, para desempenhar o cargo para o qual foi eleito. Não percebeu a dimensão do lugar que ocupa nem a dimensão da instituição que representa. Não acredito que a grande maioria dos eleitores que votaram na sua lista aprove esta forma de representar uma autarquia.

 

Caldas das Taipas tem sobejamente razões de queixa pela relativização a que a Câmara Municipal de Guimarães tem devotado a vila ao longo destas ultimas duas décadas. Esta evidência aumenta a responsabilidade de quem exerce o poder na Junta de Freguesia de Caldelas e aumenta exponencialmente quando temos duas forças políticas diferentes, uma na Câmara Municipal e outra na Junta de Freguesia.

Os interesses partidários não deveriam resultar na estagnação de uma vila que tem matéria prima para se afirmar como um centro urbano aprazível e viável, mas a mediocridade dos políticos que nos governam a partir de Guimarães e em Caldas das Taipas, infelizmente, tem prejudicado esta região do concelho e as suas populações.

 

Em relação a Constantino Veiga, aliás em relação a qualquer um dos intervenientes políticos a que me tenho referido neste blogue, não está em causa a sua honorabilidade ou integridade intelectual, não tenho essa presunção nem tão pouco esse direito, mas sim, o seu comportamento político e institucional que é reprovável e em nada beneficiou Caldas das Taipas.

 

Constantino Veiga foi inábil ao longo deste mandato e a sua recandidatura, por si só, caso se venha a confirmar, prejudica a vila. Pode haver boa vontade, mas isso não chega, é preciso estar à altura dos desafios.

 

Caldas das Taipas não é propriedade de alguns, não é admissível a negociata eleitoralista como não é também admissível  hipotecar o seu desenvolvimento com caprichos pessoais.

Façam-se respeitar e certamente serão respeitados.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Ilove Guimarães a 15.05.2009 às 14:44

Off-Topic:

Novo espaço de informação Vimaranense, um pouco de história e cultura da nossa linda cidade.

Pode ser visto aqui:

http://ilovegmr.blogspot.com

Obrigado

Comentar post



José Henrique Cunha

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31



Links

CEC 2012

Informação